Países devem ir a Copenhague com 'definições claras', diz ONU

Ministro dinamarquês também disse ser importante definir prazo para estabelecer metas no encontro

AP,

16 Novembro 2009 | 10h05

O secretário-geral do departamento de mudanças climáticas da ONU, Yvo de Boer, pediu nesta segunda-feira, 16, aos líderes governamentais cheguem à cúpula de Copenhague, a ser realizada em dezembro, com "definições claras" para adiantar o curso das discussões e estabelecer um acordo sobre a redução da emissão de gazes poluentes em no máximo seis meses após o fim do encontro.

 

Veja também:

linkLula confirma presença na cúpula da ONU sobre clima

linkPaíses ricos descartam acordo definitivo em reunião de Copenhague

linkLula e Sarkozy querem propostas mais ousadas de EUA e China 

linkChávez diz que cúpula sobre clima fracassará por causa dos EUA

 

O ministro dinamarquês Connie Hedegaard, também pediu que seja estabelecido o prazo final para a conclusão do documento de acordo global em Copenhague. "É extremamente importante que seja definido esse prazo durante a reunião em dezembro."

 

Os comentários surgiram nesta segunda-feira do encontro fechado de dois dias entre representantes de 40 países, que negociam acordos climáticos em prévia da reunião da ONU que terá início no dia 7 de dezembro, em Copenhague.

Mais conteúdo sobre:
Dinamarca acordo clima

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.