Os ingredientes do amanhã
Conteúdo Estadão Blue Studio

Os ingredientes do amanhã

Vida saudável e preservação ambiental cada vez mais presentes nas refeições

Estadão Blue Studio, O Estado de S.Paulo

15 de junho de 2022 | 06h00

O primeiro passo é não medir esforços para equacionar uma chocante realidade. O Brasil é um dos maiores produtores de grãos do mundo, mas, ao mesmo tempo, 16% da população ainda passa fome todos os dias.

A pandemia não apenas agudizou esse quadro, como também mostrou que existem caminhos interessantes que podem ser pavimentados com maior velocidade no futuro próximo. E eles envolvem aproximar o produtor do consumidor e estimular os produtos orgânicos para todas as parcelas da população. E ainda estimulam a criação de hortas urbanas, inclusive nas áreas carentes das grandes capitais, para que as hortaliças e os tubérculos básicos não fiquem de fora da mesa de todos.

Em paralelo, ciência, tecnologia e inovação – e o mundo disruptivo das startups – também estão buscando soluções criativas e funcionais para a alimentação do futuro. Entre elas, utilizar a proteína dos insetos, da melhor forma possível. Ou ainda desenvolver produtos saudáveis e nutritivos de origem vegetal.

Conteúdo produzido pelo estadão blue studio, a área de conteúdo customizado do estadão

Tudo o que sabemos sobre:
alimentaçãodesmatamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.