Oposição analisa proposta de acordo do governo para votação do Código Florestal

Líderes de oposição querem que a votação ocorra ainda nesta quarta-feira

Denise Madueño e Eugênia Lopes - O Estado de S. Paulo,

18 Maio 2011 | 16h17

Brasília, 18 - Os líderes de oposição na Câmara estão analisando a proposta de acordo do governo para a votação do Código Florestal ainda hoje. O governo, que suspendeu a votação na semana passada, concorda em votar o código em troca de a oposição retirar a emenda mais ampla apresentada ao texto do relator, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), e substituí-la por outra emenda mais restrita. O governo teme ser derrotado na votação dessa emenda, o que significará alterações no projeto do relator, contrariando a posição do Palácio do Planalto.

Veja também:

documento Íntegra da proposta do Novo Código Florestal

video TV Estadão: Entenda o novo Código Florestal

lista A polêmica atualização do Código Florestal do Brasil

Pelo acordo, a oposição manteria a votação do ponto do projeto que estabelece a definição por decreto das culturas que poderão continuar a ser plantadas em Áreas de Preservação Permanente (APPs) às margens de rios. No entanto, não forçaria mais a votação da emenda que permite aos Estados instituir programa de regularização ambiental. "Não posso dizer que seja razoável, mas dá para apreciar (a proposta do governo). Uma vez acabada a análise com a assessoria técnica, vamos ver", disse o líder do PSDB, Duarte Nogueira (SP).

Mais conteúdo sobre:
meio ambienteCódigo Florestal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.