Operação contra desmatamento tem pouco resultado, diz NYT

Para o jornal americano, a ação é uma tentativa do governo federal de mostrar que está agindo

da Redação

19 de abril de 2008 | 11h52

O jornal New York Times criticou neste sábado, 19, a operação brasileira Arco de Fogo para conter o desmatamento na Amazônia brasileira e classificou como "pífio" o resultado do controle. " É uma dura campanha, que quer passar a imagem de que o governo leva a sério a proteção da floresta mas até agora, os resultados iniciais tem sido menores que os esperados", disse o jornal.   Veja também: . Grandes Reportagens: Amazônia   A Operação Arco de Fogo é um trabalho conjunto da Polícia Federal, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Força Nacional de Segurança contra o desmatamento ilegal.   No dia 9, a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, admitiu aumento no desmatamento: crescimento de quase 10% nos últimos seis meses. Ela afirmou que o governo federal está adotando várias ações para combater o desmatamento na Amazônia. Segundo ela, o desmatamento diminuiu nos últimos anos. Em 2004, foram desmatados 27 mil quilômetros quadrados. Em 2005, foram 18 mil quilômetros quadrados; em 2006, 14 mil quilômetros quadrados e, em 2007, 11,2 mil quilômetros quadrados - um recuo de 50,9% desde 2004.     Em relação ao relatório do Banco Mundial (Bird), que mostra que o Brasil foi o país que mais desmatou no mundo entre 2000 e 2005, Marina Silva disse que as ações que o governo têm tomado para conter o problema poderão ser melhor dimensionadas em agosto. Ela apenas acrescentou que não queria entrar em uma "guerra de dados" sobre assunto. A ministra observou que, em ano eleitoral, o desmatamento costuma ser maior, por causa da flexibilidade na fiscalização por parte dos municípios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.