Operação combate desmatamento e comércio ilegal de madeira no Pará

Força-tarefa cumpre 15 mandados de busca e apreensão em empresas irregulares

Ministério da Justiça

13 Abril 2010 | 16h25

A Comissão Interministerial de Combate aos Crimes e Infrações Ambientais (CICCIA), formada por órgãos dos ministérios da Justiça e Meio Ambiente, desencadearam na manhã de segunda-feira a Operação Delta de combate ao desmatamento e o comércio ilegal de madeira na região metropolitana de Belém, no Pará.

 

Uma força-tarefa, composta pela Polícia Federal, Força Nacional, Ibama, Receita Federal, Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) e Sistema de Proteção da Amazônia (SIPAM), fiscaliza neste momento importantes madeireiras do estado e cumpre 15 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de Belém, em empresas que comercializam madeira, todas previamente investigadas e suspeitas de praticar irregularidades na compra e venda de produtos florestais.

 

A Operação Delta conta com 370 servidores federais e é uma das maiores ações de combate a crimes ambientais já realizadas no país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.