Bob Strong/Reuters
Bob Strong/Reuters

ONU vincula discussão sobre clima aos direitos humanos

Órgão pede que tratado seja alcançado para 'proteger os indivíduos já afetados pela mudança climática'

Efe,

04 Dezembro 2009 | 15h23

Cerca de 20 relatores especiais das Nações Unidas alertaram nesta sexta-feira, 4, sobre a importância da cúpula sobre mudança climática da ONU, que começa em 7 de dezembro em Copenhague, e afirmaram que ali serão discutidos também "os direitos humanos".

 

"Um resultado frágil nas negociações sobre a mudança climática seria uma séria ameaça aos direitos humanos", diz o texto dos relatores diante da reunião de Copenhague. "O aumento do nível do mar, o aumento da temperatura do oceano e os eventos meteorológicos extremos têm e seguirão tendo envolvimento direto e indireto nos direitos humanos", acrescenta o documento.

 

Os analistas lembram que os efeitos negativos da mudança climática são sentidos especialmente pelos países mais pobres, onde vivem pessoas mais desprotegidas e os que mais dependem dos recursos naturais.

 

Veja também:

linkAl Gore diz que corte de emissões previsto por Obama é pouco

linkMais de 100 chefes de Estado estarão reunidos em Copenhague

linkONU quer investigação de acusações sobre entidade climática

especialO mundo mais quente: mudanças geográficas devido ao aquecimento

especialEntenda as negociações do novo acordo  

 

"Eles são os menos preparados para enfrentar às alterações provocadas pela mudança climática e seus efeitos sobre o acesso à comida, à água potável, o saneamento, à saúde e à moradia digna".

 

É por isso que os analistas "pedem" aos participantes da cúpula de Copenhague para que seja alcançado um acordo para prevenir mais alterações, proteger os indivíduos já afetados pela mudança climática e adotar planos de adaptação e redução que levem em consideração à legislação internacional sobre os direitos humanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.