Anja Niedringhaus/AP
Anja Niedringhaus/AP

ONU elogia oferta da UE para combate a mudanças climáticas

Secretário-executivo da entidade vê decisão do bloco como 'grande encorajamento' para as negociações

Gabriel Bueno, da Agência Estado,

11 Dezembro 2009 | 12h06

A decisão da União Europeia de oferecer até 30% do dinheiro necessário para ajudar os países em desenvolvimento a combater o aquecimento global nos próximos três anos é um "grande encorajamento" para as conversas sobre o clima em Copenhague. A opinião é do secretário-executivo da ONU para o clima, Yvo de Boer.

 

Veja também:

linkMinistros chegam neste sábado na cúpula 

linkUE promete 2,4 bi de euros anuais para combater aquecimento

linkUE acena para corte de 30% em emissões

blog Blog da COP: o dia a dia da cúpula

especialGlossário sobre o aquecimento global

especialO mundo mais quente: mudanças geográficas devido ao aquecimento

especialEntenda as negociações do novo acordo   

especialRumo à economia de baixo carbono  

 

"É realmente muito encorajadora" a oferta de dinheiro da UE, afirmou De Boer nesta sexta-feira. "Uma das coisas que têm dificultado esse processo é a falta de clareza" sobre os compromissos financeiros, segundo ele.

 

Os países da União Europeia concordaram em fornecer 2,4 bilhões de euros (US$ 3,6 bilhões) por ano, ao longo dos próximos três anos, para ajudar os países em desenvolvimento a combater as mudanças climáticas. A UE estima que um total de 7 bilhões de euros por ano seja necessário, entre 2010 e 2012, para esse fundo.

 

Em meio às negociações, houve protestos em Copenhague nesta sexta-feira. A polícia da capital dinamarquesa informou que 40 pessoas foram presas por causa de manifestações perto do local onde ocorre a conferência. Segundo um porta-voz policial, as prisões foram "preventivas" e não havia registros de violência. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
ONUUEYvo de BoerCopenhagueclima

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.