WERTHER SANTANA / ESTADÃO
WERTHER SANTANA / ESTADÃO

Onda de frio: temperaturas devem continuar baixas no fim de semana

Massa de origem polar vai se afastar para o oceano e máxima pode chegar a 22ºC em São Paulo no domingo

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2022 | 19h05

Após cidades como São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Goiânia registrarem frio recorde nesta semana, a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é que as temperaturas continuem baixas na manhã de sexta-feira, 20, em grande parte do Brasil. Há, inclusive, previsão de formação de geada em áreas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal.

Somente a partir de sábado, 21, é que a tendência é de aumento das temperaturas. O frio perde intensidade, mas as madrugadas ainda serão de temperaturas baixas em boa parte do País. Em São Paulo, no domingo, 22, a mínima será de 10ºC e máxima, de 22ºC.

O ar frio de origem polar, então, começa a perder força, se afastando para o oceano, no início da próxima semana. De acordo com a empresa Climatempo, em São Paulo o tempo será firme e seco, sem chuva pelo menos até terça-feira, 24, quando a previsão para a temperatura mínima será de 12ºC. A máxima é de 25ºC.

Segundo metereologistas, o fenômeno La Niña está favorecendo temperaturas mais baixas no Oceano Pacífico e isso deve influenciar a entrada de massas de ar frio no outono e inverno.

Com a chegada da intensa onda de frio que provocou queda brusca de temperatura em praticamente todo o Brasil, alguns cuidados são essenciais para evitar o desconforto provocado nesta época do ano. Além de manter o corpo aquecido com roupas quentes e cuidados com a pele e os cabelos, a prática de exercícios também é indicada. Quem possui alguma doença crônica, como a artrite, é essencial seguir um tratamento indicado para que as dores não incomodem.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.