Evan Vucci/AP
Evan Vucci/AP

Obama mantém exploração de óleo no mar, mas cobra novas tecnologias

Presidente diz que perfuração é importante para a segurança energética do país

Associated Press

30 Abril 2010 | 13h51

O presidente dos EUA, Barack Obama, determinou que nenhuma nova autorização para exploração de petróleo no litoral do país seja emitida a menos que as plataformas tenham novos equipamentos para garantir que uma explosão como a que causou o vazamento no Golfo do México se repita.

 

linkMancha de óleo chega á costa dos Estados Unidos

mais imagens Veja imagens do vazamento de petróleo nos EUA

especialPrincipais vazamentos de petróleo no mundo e nos Estados Unidos

 

Obama determinou que o secretário do Interior, Ken Salazar, informe dentro de 30 dias quais novas tecnologias são necessárias para reforçar a segurança contra vazamentos de petróleo em perfurações de profundidade.

 

"Estamos nos assegurando de que as autorizações que avançarem tenham essas garantias", disse ele num evento no Rose Garden da Casa Branca.

A decisão não deve ter impacto imediato. Sob o novo plano de concessões anunciado por Obama em março, a primeira autorização iria para a costa do estado da Virginia, mas apenas a partir de 2012.

 

Ainda não se sabe o que causou a explosão na plataforma da BP, a mais de 60 km da costa da Louisiana. O poço aberto está derramando 5.000 barris de petróleo no mar a cada dia, e a mancha de óleo que se espalha pelo mar poderá se configurar no pior desastre ambiental dos Estados Unidos nas últimas décadas.

 

A costa do Golfo do México abriga centenas de espécies de peixes, pássaros e outras variedades silvestres, além de ser uma das maiores áreas produtoras de frutos do mar do mundo.

Obama disse que espera um relatório, ainda nesta sexta-feira, de autoridades federais enviadas á região afetada.

 

"Deixe-me falar claro: continuo a acreditar que a produção doméstica de petróleo é parte importante de nossa estratégia para segurança energética", disse o presidente. "Mas sempre disse que isso deve ser feito de forma responsável, para a segurança de nossos trabalhadores e de nosso meio ambiente".

Mais conteúdo sobre:
obama petróleo vazamento golfo do méxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.