Número de queimadas no Brasil aumenta mais de 90% em relação a 2009

Este ano também registra o primeiro aumento porcentual no volume de queimadas em dois anos

estadão.com.br

18 de agosto de 2010 | 13h54

O total de queimadas no Brasil, acumulado até terça-feira, 17, era de 30.857, 94% acima do registrado no mesmo período de 2009, quando chegou a 15.831, diz relatório do Instituto nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O  total de 2010 é o maior desde 2007, ano em que haviam sido registrados, até 17 de agosto, 59.000 focos. Este ano também registra o primeiro aumento porcentual no volume de queimadas, depois das quedas vistas em 2008 (-64%) e 2009 (-24%).

 

link Focos de queimadas aumentaram 100% em relação a 2009

linkQueimadas no País crescem 85% em relação a 2009

 

Em relação ao dia 16, o número de focos de incêndios acumulado havia aumentado 100% na comparação com o mesmo período de 2009. O Inpe registrava, na data, 30.825 focos de incêndios em todo o Brasil, o dobro de 2009, quando foram registrados 15.228 focos.

 

Ouvido na terça-feira pela Agência Brasil, o coordenador do Monitoramento de Queimadas do Inpe, Alberto Setzer, 2010 está sendo um ano muito mais seco do que 2009, com temperaturas mais altas, umidade relativa do ar mais baixa e sem chuvas, o que facilita o uso e a propagação do fogo.

 

Além da questão climática, Setzer disse que o aumento expressivo dos focos de queimadas de um ano para o outro também se deve à dinâmica do setor agropecuário e ao período eleitoral.

 

Na avaliação do pesquisador, o momento econômico favorável à expansão dos rebanhos e das áreas agrícolas leva ao aumento do uso de fogo pelos produtores rurais, para abrir pastagem e limpar a terra para o cultivo. Com a estiagem e a vegetação seca, o risco de perder o controle da queimada é quase inevitável. Já o período eleitoral influenciaria na fiscalização.

 

As unidades da federação com maior aumento no número de focos são Tocantins (445%), Piauí (343%), Distrito Federal (264%) e Goiás (201%). Mais que dobraram o total de focos os Estados de Rondônia, Minas Gerais, Maranhão, Bahia e Rio de Janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
queimadasinpe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.