BBC
BBC

Nova espécie de rato gigante descoberta em Papua Nova Guiné

Animal capturado por equipe da BBC mede 82 cm e pesa 1,5 kg; imagens iniciais foram em infravermelho

BBC Brasil, BBC

07 Setembro 2009 | 07h54

Uma nova espécie de ratazana gigante foi descoberta em um vulcão nas selvas de Papua Nova Guiné durante as filmagens de um documentário da BBC.

A equipe de filmagem capturou vivo um animal que demonstrou não ter medo de seres humanos, e que media 82 cm e pesava cerca de 1,5 kg.

"Esta é uma das maiores ratazanas do mundo. E é uma verdadeira ratazana, como aquelas que se vê nos esgotos das cidades", disse Kristofer Helgen, especialista em mamíferos do Museu de História Natural Smithsonian e que acompanhou a equipe da BBC.

Os profissionais que participam das filmagens do documentário da BBC Lost Land of the Volcano ("Terra perdida do vulcão", em tradução livre) também encontraram outras espécies raras.

Armadilha

As primeiras imagens da ratazana foram obtidas por uma câmera com infravermelho colocada em uma armadilha, nas encostas do vulcão do Monte Bosavi.

Ao ver as imagens, a equipe suspeitou estar diante de uma espécie jamais conhecida.

A ratazana é coberta por uma espessa camada de pelos marrom-prateados, o que os cientistas acreditam ajudar o animal a sobreviver ao clima frio e úmido da cratera do vulcão, a mil metros acima do nível do mar.

Investigações iniciais indicam se tratar de um representante do gênero Mallomys, do qual também fazem parte espécies de grande estatura.

O animal foi provisoriamente batizado de ratazana Bosavi, mas os especialistas ainda devem estabelecer um nome científico. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.