Bob Strong/Reuters - 10/12/2009
Bob Strong/Reuters - 10/12/2009

Negociações sobre clima estão evoluindo, afirma ONU

Secretário-executivo do órgão vê avanços na área de tecnologia para combate às mudanças climáticas

Agência Estado,

10 Dezembro 2009 | 12h34

Os mais de 190 países negociando um acordo para limitar o aquecimento global no encontro em Copenhague estão fazendo um bom progresso nas conversas, afirmou o secretário-executivo da ONU para o clima, Yvo de Boer, nesta quinta-feira, 10. Segundo ele, há avanços especialmente na área de tecnologia para combate às mudanças climáticas em países em desenvolvimento.

 

"Há seriedade real agora para negociar e bons progressos têm sido feitos em uma série de áreas, especialmente na de tecnologia", disse De Boer, durante entrevista coletiva no quarto dia de negociações. O secretário-executivo notou que as grandes expectativas em torno da conferência em Copenhague "deixam as pessoas nervosas". Após alguns dias de conversas, segundo ele, as pessoas estão mais calmas e "prontas para enfrentar o trabalho, e é nesse ponto que estamos".

 

Segundo um documento em negociação obtido pela Dow Jones, os países concordaram que um novo "órgão executivo" deve ser estabelecido. Esse órgão seria responsável por "acelerar a ação em desenvolvimento e transferência de tecnologia" no combate às mudanças climáticas.

 

Veja também:

linkEUA enfrentam China no COP-15 sobre emissões poluentes

linkBrasil não aceita compromisso obrigatório para cortar emissões

linkImpasse em acordo do clima divide países ricos

blog 'Dinamarca quer sucesso a qualquer preço', diz G77

especialGlossário sobre o aquecimento global

especialO mundo mais quente: mudanças geográficas devido ao aquecimento

especialEntenda as negociações do novo acordo   

especialRumo à economia de baixo carbono 

 

Os países em desenvolvimento, que têm na China um de seus membros mais importantes e mais francos defensores, querem receber dinheiro e novas tecnologias das nações industrializadas para combater os efeitos negativos da mudança climática e conter suas próprias emissões. O tema, porém, é delicado, pois dá margem a discussões sobre questões como direitos de propriedade intelectual e patentes. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Copenhague cupula ONU Yvo de Boer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.