'Não quero ir ao ringue', diz Maggi em fórum da Amazônia

Após trocar acusações com o ministro do Meio Ambiente, governador do MT diz que quer dialogar

Leonencio Nossa, de O Estado de S. Paulo,

30 de maio de 2008 | 14h06

O governador do Mato Grosso, Blairo Maggi, chegou nesta sexta-feira, 30, ao Centro de Convenções, onde está sendo realizado o I Fórum de Governadores da Amazônia Legal, com disposição ao diálogo. "Não vim aqui para ir ao ringue. Vim para negociar e discutir", disse Maggi que vinha protagonizando um tiroteio verbal pela imprensa com o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc. Os dois tiveram um rápido encontro na entrada do Centro de Convenções, onde será realizado o encontro.   Veja também: Minc diz que não recua em corte de crédito na Amazônia Desmatamento da Mata Atlântica caiu 69% até 2005 Inpe suspende divulgação de dados sobre desmatamento Especial: Amazônia - Grandes reportagens    Blairo Maggi cobra do governo alteração na portaria 96, assinada em 27 de junho pela ex-ministra Marina Silva. A portaria, segundo o governador, torna quase impossível a concessão de crédito oficial para todos os municípios do Acre, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima e outras 106 cidades do Maranhão, Mato Grosso e Tocantins que, embora estejam no cerrado, foram incluídos pela ministra no bioma Amazônia.   A expectativa é de que Lula anuncie na reunião com os governadores uma mudança na portaria. O Ministério da Fazenda estima que os créditos para os cerca de 500 municípios bloqueados envolvem R$ 2,6 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Blairo MaggiMincAmazônia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.