Mundo vive 'apagão' voluntário contra o aquecimento global

Campanha 'Hora do Planeta' avança por países de todo mundo, Brasil também irá participar a partir das 20h30

da Redação, estadao.com.br,

28 Março 2009 | 16h24

Quando a campanha 'Hora do Planeta' (Earth Hour, na versão em inglês) começou, em 2007, apenas Sydney, na Austrália, apagou as suas luzes. Mas, a repercusão foi tão grande que, no ano seguinte, outras cidades australianas e várias metrópoles espalhadas pelo mundo também quiseram participar. Neste ano, ela se espalhou por todo o mundo.

 

Veja também:

linkCidades do mundo inteiro apagam as luzes em protesto contra aquecimento 

linkCapital faz apagão contra aquecimento

linkÁsia apaga as luzes no evento sobre mudanças climáticas

 

O Hora do Planeta 2009 é um evento mundial durante o qual residências e pontos turísticos e de referência das cidades ficam sem iluminação por uma hora para lembrar a ameaça das mudanças climáticas no planeta. No Brasil, lugares famosos como o Cristo Redendor, no Rio de Janeiro, e a Ponte Estaiada, em São Paulo, terão a sua iluminação apagada entre as 20h30 e 21h30. 

                                                                                                                       JAMES ALCOCK/EFE

Em Sidney, na Austrália, a região do porto aderiu a campanha apanhando a sua Opera House

 

                                                                                                                  LAI SENG SIN/AP PHOTO

As torres Petronas, no centro de Kuala Lumpur, na Malásia, ficaram apagadas durante 1 hora

 

 

                                                                                                                                        REUTERS

O hotel Taj Mahal durante a Earth Hour em Mumbai, na India

 

                                                                                                                                        REUTERS 

Malabarista faz apresentação em Sófia, na Bulgária, em meio a edifícios apagados no centro da cidade

 

Mais conteúdo sobre:
hora do planeta aquecimento global

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.