Mundo pode ganhar mais que 'um Canadá' de florestas recuperadas

Apenas um quinto das florestas do mundo continuam de pé, mas uma área maior que o Canadá poderia ser recuperada sem que isso afete a produção de alimentos, disse na quinta-feira a Parceria Global para a Restauração da Paisagem Florestal (GPFLR, na sigla em inglês).

REUTERS

26 Novembro 2009 | 17h54

Segundo o estudo, 1 bilhão de hectares de antigas florestas poderiam ser recuperados, o que equivale a cerca de 6 por cento do total de terras mundiais. Estimativas anteriores eram de 850 milhões de hectares passíveis de recuperação.

"As florestas da Terra continuam encolhendo e o que resta está sendo cada vez mais degradado. Sabemos como restaurar as florestas e torná-las sustentáveis. Sabemos também onde deveríamos fazer isso, então deveríamos estar fazendo", disse Tim Rollison, presidente do GPFLR.

A restauração de florestas poderia representar um corte de 70 a 140 bilhões de toneladas nas emissões de gases do efeito estufa até 2030. As florestas já cobriram mais de 50 por cento das terras emersas, e hoje são menos de 30 por cento. Entre 2000 e 2005, foram perdidos 7 milhões de hectares por ano.

Entre os membros do GPFLR estão a entidade WWF, a Comissão Florestal da Grã-Bretanha e vários governos e organizações internacionais.

(Reportagem de Nina Chestney)

Mais conteúdo sobre:
CLIMA FLORESTAS RECUPERADAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.