Multas contra desmatamento já somam R$ 60 milhões

42 estabelecimentos tiveram atividades paralisadas; fiscais apreenderam 37,4 mil metros cúbicos de madeira ilegal

Solange Spigliatti , Estado de São Paulo

30 de abril de 2008 | 14h26

A operação Arco de Fogo superou, em dois meses de atuação nos Estados do Mato Grosso, Pará e Rondônia, os R$ 60 milhões, com 338 multas aplicadas contra o desmatamento da Amazônia. Fiscais do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e policiais federais e da Força Nacional de Segurança Pública fiscalizaram 166 propriedades, entre empresas e fazendas, e apreenderam 37,4 mil metros cúbicos de madeira ilegal, o suficiente para encher 1,5 mil caminhão.  Segundo o Ibama, 42 estabelecimentos tiveram suas atividades paralisadas por falta de licenciamento ou por depósito ou venda de madeira sem origem legal. Também foram apreendidos 1,4 metro de carvão vegetal ilegal, 26 veículos e 31 motosserras utilizados na prática do crime ambiental. Os agentes públicos destruíram 1,6 mil fornos de produção de carvão vegetal clandestinos.

Tudo o que sabemos sobre:
desmatamentomeio ambienteamazônia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.