Giantpandazoo.com
Giantpandazoo.com

Morre na Alemanha panda macho 'mais velho do mundo'

O animal tinha 34 anos e vivia no Zoológico de Berlim desde 1980; animais em liberdade não costumam viver além dos 20 anos

BBC Brasil, BBC

22 Agosto 2012 | 09h09

O panda Bao Bao, que morava no Zoológico de Berlim desde 1980 morreu nesta quarta-feira aos 34 anos de idade. De acordo com um comunicado do zoológico alemão, Bao Bao era o mais velho panda macho do mundo. Ele nasceu na China em 1978 e chegou à Alemanha em 5 de novembro de 1980, ao lado da fêmea Tien Tien, que morreu em 1984.

Os dois animais foram enviados como parte da chamada "diplomacia do panda", segundo a qual a China enviava pandas de presente aos países com os quais desejava fortalecer seus laços.

Na década de 90, Bao Bao passou quase dois anos em Londres na década de 90, em uma tentativa frustrada de reprodução em cativeiro. Desde a morte de sua segunda companheira, Yan Yan, em 2007, o animal vivia sozinho no zoológico de Berlim, onde era uma das principais atrações.

Saúde debilitada

Nos últimos meses, funcionários vinham percebendo que a saúde do panda andava debilitada. O corpo de Bao Bao será autopsiado para que se descubra a causa de morte. O resultado será divulgado mais tarde, segundo o zoo. Segundo o comunicado do zoológico, Bao Bao morreu "pacificamente enquanto dormia".

O biólogo Heiner Klös escreveu no site do zoológico da capital alemã que "todos estão tristes" pela perda de uma das mais "marcantes personalidades animais" do parque. "Bao Bao nunca não será esquecido por nós", disse.

Em liberdade, os pandas não costumam viver mais que 20 anos. Cerca de 1.600 pandas vivem em liberdade em reservas naturais na China e outros 300 vivem em cativeiro, a maioria deles também na China.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
animais bichos natureza panda

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.