Moradores de cidade da Argentina matam tigre-de-bengala

Após tentativa de captura frustrada, animal foi morto para garantir a segurança da população

Efe

18 Janeiro 2014 | 11h11

BUENOS AIRES - Um tigre-de-bengala assustou os moradores de Paso Viejo, um município cordobês, na Argentina, nessa sexta-feira, e acabou sendo morto por uma arma de fogo, informou a imprensa local.

O felino era um adulto e pesava cerca de 200 quilos. Nenhum morador da cidade reconheceu ser o dono do animal, que estava bem tratado, sinal de que era domesticado. A localidade fica a 100 quilômetros da capital de Córdoba e a 750 de Buenos Aires.

O líder comunitário, Luis Andrade, afirmou a uma rádio local que as pessoas que o encontraram "quiseram amarrá-lo, mas não conseguiram capturá-lo vivo". Ele contou que ficou bastante incomodado de ver o animal morto, mas era necessário para "garantir a segurança das pessoas".

Sobre a origem do animal, ele afirmou que pela rota 38 "passaram alguns caminhões com animais". Acredita-se que ele possa ter escapado de um dos veículos.

O tigre-de-bengala é tradicional da Índia, Nepal, Bangladesh, Butão, Mianmar e o Tibete, e é considerado uma espécie ameaçada de extinção desde 2010. Atualmente, há menos de 2.500 exemplares, segundo cálculos da União Internacional para a Conservação da Natureza.

Mais conteúdo sobre:
Tigre-de-bengala

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.