Milhares fogem da ameaça de vulcão na Indonésia

Mount Kelud, um dos vulcões mais ativos no país, entrou em erupção pela última vez em 1990

Agência Estado

30 de setembro de 2007 | 09h16

Milhares de pessoas serão retiradas das proximidades do vulcão Mount Kelud. Neste domingo, 30, ele mostrou alto nível de atividade e elevada formação de gases, o que indica que ele pode entrar em erupção.  O vulcão, localizado a 620 quilômetros da capital Jacarta, tem 1.731 metros de altura e está mais quente e emitindo mais dióxido de carbono que o normal. As autoridades se preparam para retirar aproximadamente 24 mil pessoas que vivem à beira da zona de risco.  Os moradores e turistas já foram informados para se afastar a pelo menos cinco quilômetros da zona de risco, pois há possibilidade de uma erupção maior do que a esperada.  Mount Kelud, um dos vulcões mais ativos no país, entrou em erupção pela última vez em 1990. A Indonésia faz parte do "Anel de Fogo" - uma série de vulcões que se estendem desde o Japão até o sudeste da Ásia.

Tudo o que sabemos sobre:
vulcãoindonésia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.