Meteorologistas dos EUA prevêem 7 furacões em 2008

A respeitada equipe de furacões daUniversidade do Estado do Colorado previu na sexta-feira aocorrência de 13 tempestades tropicais no Atlântico Norte natemporada de 2008, dos quais 7 devem chegar a furacões. A equipe criada pelo pioneiro William Gray, que há trêsanos vem errando suas previsões de longo alcance, disse que2008 terá uma temporada de furacões "algo acima da média". Amédia histórica é de 10 tempestades tropicais e 6 furacõesentre o início de junho e o fim de novembro. A equipe de Gray, agora comandada por seu discípulo PhilipKlotzbach, disse que três dos furacões do ano que vem atingirãopelo menos a categoria 3 (na escala que vai até 5), com ventossuperiores a 178 quilômetros por hora. As previsões da Universidade do Colorado são acompanhadasatentamente pelos mercados de energia e matérias-primas, e porprofissionais de defesa civil. Para a temporada de 2007, queterminou em 30 de novembro, eles previram 17 tempestades --ocorreram 14, das quais 6 viraram furacões. Dois furacões neste ano atingiram a categoria máxima --Dean matou 27 pessoas no Caribe e no sudeste do México; Felixdeixou mais de cem mortos na Nicarágua. Pelo segundo ano consecutivo, os Estados Unidos forampraticamente poupados de furacões. Antes, em compensação, aFlórida havia sofrido quatro furacões em 2004, e no anoseguinte o Katrina matou 1.500 pessoas e causou prejuízos de800 bilhões de dólares, principalmente na devastada NovaOrleans. (Reportagem adicional de Michael Christie)

JIM LONEY, REUTERS

07 de dezembro de 2007 | 18h00

Tudo o que sabemos sobre:
CLIMAEUAFURACOES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.