Divulgação/ABPO
Divulgação/ABPO

Metade da emissão de CO2 do País vem da pecuária, diz estudo

Levantamento aponta que a maior contribuição às emissões do setor se deve ao desmate para formar pastos

estadao.com.br,

10 Dezembro 2009 | 16h19

As emissões de gases de efeito estufa da pecuária bovina entre 2003 e 2008 nas regiões da Amazônia e Cerrado variaram entre 813 milhões de toneladas de CO2 a 1,090 gigatonelada de CO2, segundo estudo elaborado por um grupo de cientistas e divulgado nesta quinta-feira, 10, pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Somados com os valores das demais regiões brasileiras, os números representam praticamente a metade das emissões de gases de efeito estufa no Brasil.

 

"A agropecuária está no centro das mudanças ambientais globais tanto por sua contribuição para as emissões como pelo fato de que uma das formas mais significativas de como a mudança climática global afetará a economia é através de seus efeitos na agricultura" avalia Mercedes Bustamante (UNB), coordenadora da pesquisa.

 

Veja também:

linkBNDES libera R$ 70,3 mi para projetos na região amazônica

linkGoverno vai combater desmate provocado pela pecuária no PA

linkAcabar com devastação custaria até US$ 18 bi 

 

O levantamento aponta que a maior contribuição às emissões da pecuária se deve ao desmatamento para formação de novas pastagens na Amazônia, que atinge em média 3/4 do total do desmatamento neste bioma. Já no Cerrado, os pesquisadores detectaram que 56,5% do desmatamento no período resultaram em implantação de novas pastagens.

 

Para a elaboração do estudo, os especialistas analisaram dados do desmatamento para formação de pastagem (apenas da Amazônia e Cerrado) e queimadas subsequentes da vegetação derrubada, das queimadas de pastagem e da fermentação entérica do gado.

 

"A redução dos impactos ambientais com melhoria da provisão de serviços e bens demandará a coordenação de políticas agrícolas e ambientais e o incentivo à geração de conhecimento e ao uso de tecnologias adequadas", afirma Mercedes Bustamante.

 

O estudo avalia que, pelo fato de concentrar quase 50% das emissões totais de gases-estufa no Brasil, a pecuária deve ser uma das principais ferramentas de mitigação do País no esforço para reduzir os níveis de emissão.

Mais conteúdo sobre:
Brasil emissões CO2 pecuária INPE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.