Marinha/Divulgação
Marinha/Divulgação

Marinha diz que situação de navio que afunda no litoral do Maranhão é 'estável'

Ainda de acordo com o órgão, não há vazamento de óleo ou de minério da embarcação

Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

29 de fevereiro de 2020 | 21h06

BRASÍLIA - Encalhado desde 24 de fevereiro na costa do Maranhão, o navio Stellar Banner tem situação considerada "estável". A informação foi divulgada neste sábado, 29, pela Marinha. Ainda de acordo com o órgão, não há vazamento de óleo ou de minério da embarcação. Apesar disso, barreiras de contenção foram lançadas na área do encalhe diante do risco do navio naufragar com 295 mil toneladas de minério de ferro e 5 mil toneladas de óleos.

A nota divulgada pela Marinha diz que está em fase de planejamento o 'Plano de Destanqueio' para retirada de todo o combustível do navio Stellar Banner. "Dois navios especializados em recuperação de derramamento de óleo, o 'C-SAILOR' e o 'C-ATLAS', e quatro rebocadores de apoio, contratados pela Vale, estão na área de ação", diz o texto.

Além disso, mergulhadores estão no local para mensurar a extensão dos danos ocorridos na altura dos tanques de lastro na prova do navio.

Pela manhã, a Marinha informou que foi realizado um novo sobrevoo na área onde o navio mercante encontra-se encalhado e foi constatado que "a situação permanece estável".

"O Navio de Apoio Oceânico 'Iguatemi' permanece na área do encalhe para ações de monitoramento e prevenção, além de recolher dados e amostras de água que irão compor o inquérito administrativo sobre o acidente. Hoje à noite, o Navio Hidroceanográfico 'Garnier Sampaio' chegará à área para incrementar o apoio."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.