Mais de 120 baleias-piloto são mortas nas Ilhas Faroe, província da Dinamarca

Todos os anos, espécie Globicephala melaena passa pela costa e é alvo de caçadores

Reuters

23 de julho de 2010 | 15h35

Fotos: Andrija Ilic/Reuters

 

Mais de 120 baleias-piloto mortas nesta sexta-feira, 23, são vistas no Porto de Tórshavn, nas Ilhas Faroe, uma província autônoma da Dinamarca entre a Escócia e a Islândia.

 

Todos os anos, grupos da espécie Globicephala melaena passam pela costa do arquipélago no Atlântico Norte e são alvo de caçadores.

 

 

No passado, os pescadores usavam lanças e arpões, mas hoje utilizam equipamentos modernos, como facas especiais, cordas e bastões de medição.

 

Na foto abaixo, um morador das Ilhas Faroe mostra ao filho como retirar os dentes da boca da baleia.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.