Tim Cuff/New Zeland Herald/AP
Tim Cuff/New Zeland Herald/AP

Mais de 100 baleias morrem encalhadas na costa da Nova Zelândia

Voluntários ainda tentam salvar cerca de 60 baleias, mas grupo não descarta sacrificar alguns animais se estes estiverem sob estresse

EFE

14 Fevereiro 2015 | 09h52

SYDNEI - Especialistas e voluntários tentam salvar cerca de 60 baleias-piloto encalhadas perto da baía Golden, na ilha do Sul da Nova Zelândia, depois que uma centena morreu, informou neste sábado, 14, a imprensa local.

As baleias fazem parte de um grupo de 198 que ficou preso na sexta-feira em uma área com bancos de areia conhecida como Farewell Spit.



O porta-voz do departamento de Conservação neozelandês, Andrew Lamason, disse à Rádio New Zealand que 103 destes animais morreram e que os voluntários tentam mantê-las em uma certa posição e úmidas até que o mar volte a subir. Lamason disse que não descartam praticar eutanásia nas baleias se estas acabarem sofrendo estresse demais.

Dezenas de baleias ficam encalhadas anualmente nessa região da Nova Zelândia, cujas águas fazem parte da rota que elas fazem quando deixam a Antártida para o período de reprodução e depois quando elas retornam.

Mais conteúdo sobre:
Baleia Noza Zelândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.