AP/Columbus Zoo
AP/Columbus Zoo

Maior cobra do mundo mantida em cativeiro morre nos Estados Unidos

Píton Fluffy media 7,3 metros de comprimento, pesava 136 kg e foi vítima de um tumor

AP

27 Outubro 2010 | 21h42

COLUMBUS - A maior cobra do mundo mantida em cativeiro morreu nesta quarta-feira, 27, aos 18 anos, possivelmente vítima de um tumor, segundo o Zoológico e Aquário de Columbus (Ohio), nos Estados Unidos, onde o animal vivia desde 2007.

A píton-reticulada Fluffy media 7,3 metros de comprimento e pesava cerca de 136 kg. A maior cobra do mundo, de acordo com o Guinness Book, era tão longa quanto uma van e tinha a grossura de um poste.

As pítons reticuladas são assim chamadas por causa de seus padrões de coloração em forma de rede e medem, em média, de 3 a 6 metros.

O maior animal já registrado tinha 9,99 metros de comprimento e foi morto em 1912 na Indonésia. A espécie é originária do sul da Ásia e não é venenosa - mata as presas por constrição.

Mais conteúdo sobre:
píton Ohio EUA cativeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.