Lula fala com chefe da ONU e pede esforço para o clima

A conversa, que durou cerca de 10 minutos, ocorreu 10 dias depois do fim da reunião da ONU

Fernando Exman, Reuters,

28 Dezembro 2009 | 14h32

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta segunda-feira, 28, ao secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, que mantenha os esforços para avançar nas negociações sobre um acordo para deter as mudanças climáticas.  

 

Lula sanciona lei de mudança climática com 3 vetos

ESPECIAL: Rumo à economia de baixo carbono

ESPECIAL: Glossário sobre aquecimento global

 

O pedido foi feito durante um telefona do secretário-geral da ONU ao presidente Lula, segundo uma fonte do governo brasileiro.

 

A conversa, que durou cerca de 10 minutos, ocorreu 10 dias depois do fim da reunião da ONU sobre mudança climática, na Dinamarca, que terminou sem acordo sobre um novo pacto climático para suceder o Protocolo de Kyoto. 

 

Lula e o chefe da ONU não classificaram como fracasso o resultado da reunião de Copenhague e combinaram que seguirão conversando sobre o tema para buscar avanços nas negociações de um acordo, segundo a fonte. Na conferência de Copenhague ficou acertado o compromisso de tentar um novo pacto mundial até o fim de 2010.           

                      

 Em discurso de improviso no último dia da reunião, o presidente Lula se declarou frustrado com a falta de consenso entre as nações participantes.            

                      

Segundo a fonte, Lula disse ainda a Ban Ki-moon que considera a ONU o foro adequado para tratar da questão climática.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.