Lixo e plantas no Rio Pinheiros para comemorar a Semana da Água

40 crianças do Instituto da Criança Cidadã participaram da ação ambiental na capital paulista

Solange Spigliatti, do estadao.com.br

24 Março 2010 | 15h05

Palavras foram 'escritas' com resíduos retirados do próprio rio e também por plantas

 

SÃO PAULO - Para comemorar a Semana da Água e ao mesmo tempo incentivar uma nova postura perante o meio ambiente a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), em parceria com o Instituto da Criança Cidadã e com a agência Lew'Lara Propaganda, criou uma ação de intervenção urbana, às margens do Rio Pinheiros, na zona sul de São Paulo.

 

Veja também:

linkVai faltar água boa para o consumo, alerta ONU

linkSP tem 100 mil novas ligações de água por ano

 

No trecho entre as pontes Eusébio Matoso e Cidade Universitária foram colocados duas intervenções, que podem ser vistas por terra ou pelo ar. Duas palavras, Bem-vindo e Adeus, um feita com resíduos retirados do rio e outro composta por plantas, dão o ar do manifesto.

 

Para compor a palavra Bem-vindo, numa referência à adoção de uma nova postura, com menos lixo e mais verde, foram utilizadas cerca de 10 mil mudas de plantas.

 

Aproximadamente uma tonelada de resíduos retirados das margens do Rio Pinheiros, devidamente esterilizados e limpos, serviu de matéria-prima para mais de 40 crianças formarem a palavra Adeus, simbolizando o desejo de melhoria das águas dos rios Tietê e Pinheiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.