Lagos mais ameaçados do mundo estão nas Filipinas

Ocupação ilegal da costa, sobrepesca e uso de gaiolas de peixes estão afetando o local há decadas

EFE,

03 Fevereiro 2014 | 11h34

FILIPINAS - Um complexo de sete lagos na cidade de San Pablo, nas Filipinas, foram proclamados os mais ameaçados do ano pela fundação ambientalista Global Nature Fund (GNF). Nesta imagem, um pescador mostra peixes mortos do Lago Bunot, localizado na província de Laguna.

De acordo com a fundação Amigos dos Sete Lagos, atividades humanas, como ocupação ilegal da costa, sobrepesca e uso de gaiolas de peixes, que apreendem toneladas de uma vez só, além de outras obras de infraestrutura, têm afetado os lagos de origem vulcânica nas últimas décadas.

O conjunto lacustre é formado pelos lagos Bunot, Calibato, os gêmeos Yambo e Pandin, Palakpakin, Muhikap e Sampaloc.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.