Divulgação
Divulgação

Jaguatirica é capturada em Regente Feijó, no oeste paulista

Felino está ameaçado de extinção no Estado de São Paulo, diz Polícia Ambiental

Sandro Villar, ESTADÃO

19 Abril 2013 | 18h05

PRESIDENTE PRUDENTE - Uma jaguatirica foi capturada no começo da tarde desta sexta-feira no distrito de Espigão, em Regente Feijó, no oeste paulista. Uma equipe da Polícia Ambiental não encontrou dificuldades para capturar o animal, que não ofereceu resistência. Os policiais ambientais foram chamados por um granjeiro do distrito, que suspeitava que um bicho que parecia ser uma onça estava devorando frangos de sua granja.

Um porta-voz da Polícia Ambiental disse ao Estado que a jaguatirica está com boa saúde. "E sem ferimentos", acrescentou. O animal foi levado para a sede da Polícia Ambiental e hoje mesmo voltou a viver no seu habitat natural. "Nós soltamos a jaguatirica no Parque Estadual do Rio do Peixe em Presidente Venceslau", explicou o porta-voz.

Ele avalia que o desmatamento muda o comportamento dos animais silvestres. "Cada vez mais eles entram nas cidades à procura de comida", contou, completando que não é a primeira vez que uma jaguatirica é capturada em cidades na região de Presidente Prudente. A jaguatirica é um felino pequeno que corre risco de extinção no Estado de São Paulo.

Mais conteúdo sobre:
Jaguatirica extinção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.