Corpo de Bombeiros
Corpo de Bombeiros

Jacaré de 2 metros invade casa e assusta moradores em Itapetininga

Bombeiros acreditam que o réptil habitasse rio e tenha saído de seu hábitat com as últimas chuvas, em busca de alimento

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

01 Novembro 2017 | 19h53

SOROCABA - Um jacaré de 2 metros de comprimento invadiu o quintal de uma casa e mobilizou o Corpo de Bombeiros, nesta terça-feira, 31, no bairro do Porto, em Itapetininga, no interior de São Paulo.

O animal, identificado como um jacaré-de-papo-amarelo, passeou pela área de lazer e tentou entrar na lavanderia da residência. 

Os moradores foram acordados pelos latidos dos dois cachorros do dono do imóvel. Os cães acuaram o réptil, mas mantiveram distância segura dele.

+++ Jacaré pode ter engolido pescador no Tocantins

Os bombeiros trabalharam cerca de meia hora para acalmar e capturar o animal. Eles usaram uma espécie de maca de resgate para imobilizá-lo. 

A captura atraiu a atenção de dezenas de moradores do bairro. O jacaré foi examinado por um veterinário e, com o apoio da Polícia Ambiental, solto em uma várzea do Rio Itapetininga, que passa próximo do bairro.

 

+++ Menina de dez anos sai viva de confronto com jacaré

Os bombeiros acreditam que o réptil habitasse o rio e tenha saído de seu hábitat com as últimas chuvas, em busca de alimentação.

Conforme a Ambiental, essa espécie de jacaré é bastante comum na região, ocorrendo até em lagos e rios de áreas urbanas. Geralmente, esses animais não atacam humanos, mas, se acuados, podem se defender com o uso da cauda e dos dentes. A mordida do jacaré-de-papo-amarelo é tão forte que pode romper o casco de uma tartaruga.

 

 

Mais conteúdo sobre:
jacaréItapetininga [SP]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.