EFE/ Neil Hall
EFE/ Neil Hall

Itamaraty aceita ajuda de 10 milhões de libras do Reino Unido para a Amazônia

Recursos serão destinados ao combate dos incêndios na floresta. Mais cedo, porta-voz disse não descartar recebimento de verba prometida pelo G-7

Mateus Vargas, O Estado de S.Paulo

27 de agosto de 2019 | 20h45

BRASÍLIA - O Itamaraty aceitou ajuda de 10 milhões de libras, cerca de R$ 55 milhões, oferecida pelo Reino Unido para o combate aos incêndios na Floresta Amazônica. A informação foi noticiada pelo site do jornal O Globo e confirmada pelo Estado. O recurso teria sido proposto na tarde desta terça-feira, 27, ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. O Planalto ainda não se manifestou sobre a oferta do Reino Unido. 

O porta-voz da Presidência, o general Otávio Rêgo Barros, disse nesta terça-feira, 27, que a condição para receber qualquer ajuda externa é que o Brasil terá "governança total" sobre como será aplicado o recurso. O militar afirmou que o governo estudará se é "possível acatar" a ajuda de US$ 20 milhões, cerca de R$ 83 milhões, oferecida pelo G7. A polêmica sobre receber ou não estes recursos envolve troca de acusações dos presidentes Jair Bolsonaro (PSL) e Emmanuel Macron, da França.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.