Divulgação
Divulgação

IPCC: Candidatos propõem novos focos para o painel

Para Thomas Stocker, há questões a serem resolvidas; Chris Field propõe 3 focos, ideia semelhante à de Jean-Pascal van Ypersele

Giovana Girardi, O Estado de S. Paulo

14 Setembro 2015 | 02h45

SÃO PAULO - Durante o evento do IPCC no Brasil serão discutidos os focos do próximo relatório de avaliação. Desde a origem, o painel já fez cinco. O último, em 2014, trouxe 95% de certeza de que a culpa pelas mudanças climáticas é do homem. Agora há novos desafios.

Para Thomas Stocker, há várias questões a serem resolvidas. “Um tomador de decisões precisa saber quão mais frequente será o El Niño, ou as ondas de calor, ou a incidência de secas ou de ciclones. Para isso, ainda não temos respostas definitivas.”

Chris Field propõe três focos. “A preocupação tem de deixar de ser o problema para ser a solução. Precisamos de um entendimento mais profundo dos riscos e de novos trabalhos na interface entre mitigação, adaptação e desenvolvimento sustentável.”

Jean-Pascal van Ypersele sugere abordagem similar. “O novo relatório deveria oferecer uma melhor compreensão sobre como construir caminhos resilientes ao clima, trajetórias socioeconômicas que sejam sustentáveis e levem em conta tanto o clima quanto o desenvolvimento.” 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.