Ike perde força, mas ameaça plataformas do Golfo

O furacão Ike perdeu força e avança parao oeste de Cuba na terça-feira, depois de matar quatro pessoase provocar graves estragos no leste da ilha. A previsão é deque a tempestade volte a se intensificar e ameace asplataformas de petróleo do golfo do México. Com ventos de 130 quilômetros por hora, o Ike foi"rebaixado" à categoria 1 (da escala que vai até 5). Às 5h (6hem Brasília), seu olho estava cerca de 135 quilômetros asudeste de Havana, deslocando-se para a direção oeste-noroestea 20 quilômetros por hora. A TV estatal de Cuba mostrou cidades do leste do país sobuma lâmina de até 25 centímetros de águas pluviais. Em muitoslugares houve destruição de casas, transbordamento de rios equeda de árvores e postes. Todo o litoral enfrentou ressaca. De acordo com a TV, quatro pessoas morreram, sendo duaseletrocutadas quando tentavam retirar uma antena caída sobre umcabo elétrico. Uma mulher morreu no desabamento de sua casa eum homem foi vítima de uma árvore caída sobre sua residência.Mortes por furacões são raras em Cuba, onde o governo estáhabituado a retirar a população em massa antes das tempestades. A meteorologia cubana disse que o Ike não deve ganhar forçaantes de voltar à ilha, mas isso pode acontecer caso o sistemase afaste de Cuba. Em alto-mar, ele poderia se alimentar docalor das águas quentes (32oC) do Caribe. Ike possivelmente repetirá toda a rota do recente furacãoGustav, que devastou a Ilha da Juventude e a província de Pinardel Rio com ventos de 240 quilômetros por hora, dois dias antesde atingir o litoral da Louisiana (sul dos Estados Unidos). O atual furacão deve chegar na terça-feira ao golfo doMéxico, talvez passando junto às plataformas que produzem 25por cento do petróleo e 15 por cento do gás natural dos EUA. As empresas do setor, que tinham suspendido quase toda aprodução por causa do Gustav, adiaram a retomada do fluxo porcausa do Ike, o que pode afetar os estoques nas próximassemanas. A Shell e outras companhias estão retirando seusfuncionários das plataformas. Há previsão de tornados isolados sobre todo o extremo sulda Flórida e as ilhas Keys. (Reportagem adicional de Joseph Guyler Delva emPort-au-Prince, Rosa Tania Valdes, Marc Frank e Esteban Israelem Havana, Erwin Seba em Houston, Richard Valdmanis em NovaYork)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.