Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Bolsonaro ignora queimadas e desmatamento e diz que o Brasil está de 'parabéns' na questão ambiental

'O Brasil é o País que mais preserva o meio ambiente e, não entendo como, é o País que mais sofre ataques vindos de fora', disse o presidente em viagem à Paraíba. Pantanal vive crise com queimadas

Emily Behnke, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2020 | 15h36

BRASÍLIA - Mesmo com a disparada nas queimadas no Pantanal e na Amazônia, além de recordes do desmatamento, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 17, que o Brasil está de "parabéns" na maneira como preserva o meio ambiente. "O Brasil é o País que mais preserva o meio ambiente e alguns, não entendo como, é o País que mais sofre ataques vindos de fora", disse ele durante inauguração de uma nova etapa da usina fotovoltaica, que transforma energia solar em elétrica, em Coremas (PB).

Em seu discurso, o presidente citou a capacidade brasileira de produzir energias renováveis e afirmou que o governo busca, junto ao parlamento, formas de melhorar as condições de empreendedorismo. "Cada vez mais nosso governo acredita na iniciativa privada; não é fácil investir e empreender no Brasil ainda."

O presidente reforçou o compromisso até o fim do seu governo de que não haverá "taxação" da energia solar. Ele ponderou que as agências reguladoras são independentes, mas destacou que no início do ano o assunto foi debatido com Ministério de Minas e Energia e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Bolsonaro fez agradecimentos durante o evento, mas evitou citar nomes de pessoas que o ajudaram no passado, pois, segundo eles, algumas seriam candidatas nas eleições municipais deste ano. "Não posso citar nomes de pessoas que me ajudaram lá atrás porque muitos são candidatos, não posso incorrer em qualquer deslize e ferir a legislação eleitoral."

Inauguração

O chefe do Executivo participou junto ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, da inauguração de nota etapa da usina paraibana e da divulgação do Programa de Eficiência Energética. O complexo de energia solar, já em funcionamento, está na terceira fase de expansão.

Mais cedo, como tem feito em suas viagens, o presidente compartilhou imagens cumprimentando apoiadores na sua passagem por Juazeiro do Norte (CE) e na chegada a Coremas. Nos vídeos divulgados nas redes sociais, o presidente, sem máscara, cumprimenta pessoas e pega crianças no colo.

Também acompanharam o presidente no evento, entre outras autoridades, os ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Fábio Faria (Comunicações), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), o diretor-geral da Aneel, André Pepitone, além dos deputados Efraim Filho (DEM-PB) e Hugo Motta (Republicanos-PB).

 Esta foi a segunda visita de Bolsonaro como presidente à Paraíba. Pela agenda pública, o retorno a Brasília está previsto para 15h30. Não há outros compromissos oficiais previstos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.