Ida avança pelo Mar do Caribe e pode recuperar força

A depressão tropical Ida deixou nesta sexta-feira o território hondurenho e avançava pelo Mar do Caribe, onde poderá recuperar sua força depois de ter atingido a Nicarágua com fortes chuvas, obrigando o desalojamento de milhares de pessoas.

REUTERS

06 Novembro 2009 | 22h02

O fenômeno natural estava 110 quilômetros a noroeste do Cabo Gracias a Dios, na fronteira entre Honduras e Nicarágua, e se movimentava em direção ao norte a 13 quilômetros por hora, aumentando ligeiramente sua velocidade, disse o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos em seu relatório mais recente.

Com ventos sustentados de 55 quilômetros por hora, os meteorologistas esperam que o Ida avance em direção norte-noroeste no sábado, quando poderia se converter em tempestade tropical, e se aproxime na tarde de domingo da península de Yucatán, no México, passando perto da turística ilha de Cozumel.

O governo mexicano prevê que o Ida provoque chuvas no domingo e na segunda-feira, além de estimar que o fenômeno se converta em um furacão de categoria 1.

(Reportagem de Adriana Barrera)

Mais conteúdo sobre:
CLIMA IDA AMCENTRAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.