Ibama pede que vice de Marina explique casa na Mata Atlântica

Candidato afirma que "a instalação recebeu todas as licenças dos órgãos competentes"

Andrea Vialli e Afra Balazina, O Estado de S. Paulo

08 de julho de 2010 | 15h06

O Ibama vistoriou propriedade do candidato a vice-presidente Guilherme Leal (PV) na Bahia e solicitou apresentação de documentos que comprovem que o projeto teve licença ambiental. O imóvel fica entre Serra Grande e Itacaré, no sul baiano, numa área de Mata Atlântica.

 

Segundo a Agência Brasil, o presidente do Ibama, Abelardo Bayma, afirmou que a fiscalização foi motivada por denúncia protocolada no escritório de Ilhéus.

 

O candidato diz que “falsas denúncias” têm objetivos político-eleitorais e ressalta que “a instalação recebeu todas as licenças dos órgãos competentes”. “Em nenhum momento Leal foi acusado por qualquer órgão fiscalizador de crime ambiental”, diz nota do PV.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
PV, Ibama, Mata Atlântica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Elefanta Ramba chega ao Brasil e segue para 'aposentadoria' em santuário de elefantes

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.