Grupo do Rio discutirá clima e energia em cúpula

A América Latina e o Caribebuscarão no início de março, na 20a Cúpula do Grupo do Rio,acordos energéticos e iniciativas para a prevenção das mudançasclimáticas e dos desastres naturais. O chanceler dominicano, Carlos Morales Troncoso, disse nasegunda-feira que pelo menos 10 chefes de Estado dos 19 paísesdo grupo já confirmaram presença na cúpula dos dias 6 e 7 emSanto Domingo. "Os temas da cúpula foram escolhidos, primeiro, diante daevidência de que nossas nações enfrentam sérios desafios emmatéria de energia, e pelo reconhecimento da necessidade dereduzir a vulnerabilidade da região nesse sentido", afirmouMorales Troncoso a jornalistas. Ele destacou ainda a importância de expressar"solidariedade" a países afetados por desastres naturaiscausados pelas alterações climáticas, o que é especialmente ocaso da República Dominicana, onde duas tempestades tropicaisfora de época, em novembro e dezembro, deixaram mais de cemmortos. Entre os presidentes que já confirmaram presença estãoCristina Kirchner (Argentina), Evo Morales (Bolívia), MichelleBachelet (Chile), Felipe Calderón (México) e Daniel Ortega(Nicarágua). O presidente venezuelano, Hugo Chávez, foi formalmenteconvidado para o encontro, mas ainda não confirmou presença. Opresidente haitiano René Préval participará como convidadoespecial, pois o Haiti não faz parte do grupo. Morales Troncoso disse que nos dias 4 e 5 haverá umareunião preliminar entre os países do Grupo do Rio para debatero esboço da Declaração de Santo Domingo, a ser emitida ao finalda cúpula.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.