Grupo conta cisnes no Tâmisa

O censo remonta ao século 12; grupo verifica estado de saúde dos animais

Reuters

19 Julho 2010 | 20h14

O grupo Swan Uppers (voluntários que todo ano capturam cisnes nas águas do Tâmisa para identificação) fizeram nesta segunda-feira mais uma cerimônia de marcação e verificação do estado de saúde dos cisnes que vivem no rio (entre Shepperton e Windsor), no sul da Inglaterra. Os cinco dias de censo remontam ao século 12, época em que a Corôa britânica tinha o direito de posse de todos os cisnes.

 

Hoje, a Corôa detém o direito de posse de todos os cisnes não marcados em águas abertas do País, mas a Rainha só exercita seus direitos em certas partes do Tâmisa e alguns de seus tributários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.