Reuters
Reuters

Greenpeace protesta durante homenagem a Lula na Unesco

Ativistas levaram bandeiras: "Lula - Salve a Amazônia, Salve o Clima"; protesto foi encerrado sem problemas

Andrei Netto, de O Estado de S. Paulo,

07 Julho 2009 | 12h22

Ativistas do Greenpeace realizaram nesta terça-feira, 7, um protesto durante a entrega do Prêmio Félix Houphoët-Boigny pela Busca da Paz ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em Paris. A manifestação aconteceu duas horas após o início dos pronunciamentos de líderes políticos em homenagem ao presidente brasileiro.

 

Pouco depois das 16h30min (11h30min de Brasília), no momento em que o ex-primeiro-ministro de Portugal, Mário Soares, e o secretário-geral da Unesco, Koichiro Matsuura, entregavam a distinção a Lula, dois militantes do Greenpeace subiram ao palco empunhando bandeiras nas quais se lia: "Lula - Salve a Amazônia, Salve o Clima".

 

Os ativistas permaneceram em silêncio alguns segundos ao lado dos líderes políticos sem serem importunados por seguranças e sem provocar nenhuma reação de repúdio da plateia ou dos homenageados. Ao término de um instante de expectativa, seguranças da Unesco aproximaram-se dos militantes, pedindo-lhes as bandeiras. Neste momento, ambos iniciaram uma breve reação física - um dos quais se jogando ao chão.

 

Ao perceber a reação, Lula e Matsuura fizeram sinal aos seguranças pedindo que agissem com calma. A situação foi, a seguir, controlada com a saída dos militantes. A cerimônia prossegue sem maiores incidentes.

Mais conteúdo sobre:
LulaGreenpace*-8

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.