Greenpeace faz manifestação no Senado contra novo Código Florestal

Como foram impedidos de entrar, manifestantes fixaram faixas no gramado que dá acesso à biblioteca

Agência Brasil

21 Setembro 2011 | 11h45

BRASÍLIA - Representantes do Greenpeace promoveram nesta quarta-feira, 21, uma manifestação no Senado contra o projeto de lei do novo Código Florestal. Está prevista para esta manhã a votação, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), do parecer do senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC).

 

Veja também:
linkEntenda a polêmica do novo Código Florestal
linkVídeos: Entenda o novo Código Florestal 
linkÍntegra do Código Florestal 

 

Como foram impedidos pela Polícia Legislativa de entrar nas dependências da Casa, os manifestantes fixaram faixas no gramado da entrada que dá acesso à biblioteca. Este é o primeiro de uma série de protestos que o Greenpeace agendou para outras capitais como Belo Horizonte, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

 

"As mudanças propostas no Código Florestal vão contra os alertas das maiores instituições científicas do país. Se for aprovado assim, quem sai perdendo é o Brasil", disse a representante da campanha Amazônia Greenpeace, Tatiana Carvalho. Ela acrescentou que o relatório de Luiz Henrique cria condições para aumentar "a devastação" no país.

 

Tatiana Carvalho ressaltou que a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC) já demonstraram, em estudos, que o Brasil tem 61 milhões de hectares agricultáveis. Tatiana Carvalho disse que análise do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que 75% dos alimentos consumidos pelos brasileiros são produzidos por pequenos agricultores.

Mais conteúdo sobre:
código florestalsenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.