Greenpeace faz manifestação no Senado contra novo Código Florestal

Como foram impedidos de entrar, manifestantes fixaram faixas no gramado que dá acesso à biblioteca

Agência Brasil

21 Setembro 2011 | 11h45

BRASÍLIA - Representantes do Greenpeace promoveram nesta quarta-feira, 21, uma manifestação no Senado contra o projeto de lei do novo Código Florestal. Está prevista para esta manhã a votação, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), do parecer do senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC).

 

Veja também:
link Entenda a polêmica do novo Código Florestal
link Vídeos: Entenda o novo Código Florestal 
link Íntegra do Código Florestal 

 

Como foram impedidos pela Polícia Legislativa de entrar nas dependências da Casa, os manifestantes fixaram faixas no gramado da entrada que dá acesso à biblioteca. Este é o primeiro de uma série de protestos que o Greenpeace agendou para outras capitais como Belo Horizonte, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

 

"As mudanças propostas no Código Florestal vão contra os alertas das maiores instituições científicas do país. Se for aprovado assim, quem sai perdendo é o Brasil", disse a representante da campanha Amazônia Greenpeace, Tatiana Carvalho. Ela acrescentou que o relatório de Luiz Henrique cria condições para aumentar "a devastação" no país.

 

Tatiana Carvalho ressaltou que a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC) já demonstraram, em estudos, que o Brasil tem 61 milhões de hectares agricultáveis. Tatiana Carvalho disse que análise do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que 75% dos alimentos consumidos pelos brasileiros são produzidos por pequenos agricultores.

Mais conteúdo sobre:
código florestal senado

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.