Divulgação
Divulgação

Gigantesca ilha de gelo se solta de glaciar no norte da Groenlândia

A plataforma de gelo cobre uma área de 260 quilômetros quadrados

Associated Press e Reuters,

06 de agosto de 2010 | 17h59

Uma gigantesca ilha de gelo se desprendeu da Geleira Petermann, no norte da Groenlândia.

 

Um pesquisador da Universidade de Delaware (EUA) disse que a plataforma de gelo cobre uma área de 260 quilômetros quadrados, mais de quatro vezes o tamanho da Ilha de Manhattan, em Nova York.

 

O cientista Andreas Muenchow, que estuda o Estreito de Nares, entre Groenlândia e Canadá, disse que o gelo se partiu na quinta-feira, 5.

 

Segundo ele, a nova ilha de gelo foi descoberta por  Trudy Wohlleben, do Serviço Glacial Canadense.

 

Ainda de acordo com Muenchow, a água doce contida na ilha poderia abastecer todas as torneiras do Estados Unidos por quatro meses.

 

Ele disse que é difícil julgar se o evento foi causado pelo aquecimento global, porque os registros das condições da água do mar ao redor da geleira só existem desde 2003. O fluxo de água por baixo de uma geleira é uma das principais causas do desprendimento do gelo na Groenlândia.

 

"Ninguém pode alegar que foi causado pelo aquecimento global, mas por outro lado ninguém pode alegar que não foi", disse ele. Cientistas afirmam que os primeiros seis meses de 2010 foram, em termos globais, os mais quentes já registrados.

 

A ilha de gelo pode se fundira um trecho de litoral, quebrar-se em ilhas menores ou deslocar-se para o sul, onde poderia se transformar num obstáculo á navegação.

 

Esta é a primeira vez, desde 1962, que uma placa de gelo desse tamanho se desprende no Ártico.

Tudo o que sabemos sobre:
groenlândiaárticogelo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.