Reprodução/NOAA
Reprodução/NOAA

Furacão Jimena atinge nível 4 na costa oeste do México

Se o furacão se mantiver no rumo noroeste, ele levará ventos de alta intensidade para a Baja Califórnia

30 Agosto 2009 | 17h21

O furacão Jimena atingiu intensidade 4 - numa escala cujo ponto máximo é o 5 - ao largo da costa mexicana neste domingo, 30, e meteorologistas dizem que ele poderá atingir a península de Baja Califórnia durante a semana.

 

O Jimena ergueu as ondas ao longo da costa noroeste e produziu fortes ventos que fizeram dobrar as árvores na cidade turística de Zihuatanejo, arrancando pelo menos uma pela raiz. As ondas fortes e o vento impediram que um casal a bordo de um barco chegasse à terra, forçando-os a passar a noite no mar, disse um membro da Guarda Costeira mexicana, Jose Angel Lara.

 

Se o furacão se mantiver no rumo noroeste, ele levará ventos de alta intensidade para a ponta de Baja Califórnia nas últimas horas de segunda-feira, 31, e atingirá a península na manhã de quarta, disse Richard Pasch, do Centro Nacional de Furações dos Estados Unidos.

 

Pasch disse que a rota do Jimena "tem alguma incerteza" e que é difícil prever exatamente qual a força da tempestade quando ela chegar à Baja. "Acho que vai ser um furacão importante quando chegar", disse ele.

 

Na tarde deste domingo, o Jimena tinha ventos sustentados com velocidade máxima de 215 km/h, e deslocava-se a noroeste a uma velocidade de 15 km/h.

 

Seu centro estava a 460 km ao sul de Cabo Corrientes.

Mais conteúdo sobre:
furacão jimena méxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.