Fundador da ecologia profunda, Arne Naess morre aos 96 anos

Considerado o principal filósofo norueguês do século 20, Naess criou a escola de Oslo

Efe,

13 Janeiro 2009 | 15h05

O filósofo e ecologista norueguês Arne Naess, fundador da corrente conhecida como ecologia profunda, faleceu aos 96 anos de idade, informou nesta terça-feira, 13, seu editor, Erling Kagge.   Considerado o principal filósofo norueguês do século 20, Naess criou a escola de Oslo e fundou a ecologia profunda, um ramo da filosofia ecológica que concebe a humanidade como parte de seu entorno e que propõe mudanças culturais, políticas, sociais e econômicos para conseguir uma convivência harmônica entre humanos e demais seres vivos.   Naess foi catedrático da Universidade de Oslo de 1939 a 1970, tendo papel determinante para estabelecer uma nova pesquisa social na Noruega do pós-guerra mundial e impulsionou o estudo da filosofia através de seus livros para a docência sobre lógica, métodos de ensino e história da filosofia.   De tendência neopositivista, Naess se mostrou interessado pelas obras de Spinoza e Gandhi e pelo budismo, e esteve vinculado ao Partido Verde.   Arne Naess era ainda irmão mais novo do conhecido armador Erling Naess e, com isso, tio do alpinista e multimilionário Arne Naess Jr. - ex-marido da cantora americana Diana Ross -, ambos já falecidos.

Mais conteúdo sobre:
ecologia profunda Arne Naess

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.