Flórida declara alerta para tempestades por passagem de Noel

O sudeste da Flórida entrou em alertacontra tempestades na quinta-feira, dia em que a tempestadetropical Noel rumou para o norte, na direção da área costeirada península, depois de provocar vários dias de chuvastorrenciais no Caribe e deixar dezenas de mortos. A tempestade ganhou força e alguns de seus ventos maisperiféricos poderiam atingir as áreas costeiras de Miami e FortLauderdale, disseram meteorologistas dos EUA. Mas o grosso do Noel deve cair sobre o noroeste dasBahamas. Os ventos da tempestade estavam "perto o suficiente dacosta para que qualquer desvio à esquerda em relação ao caminhoprevisto leve-o à costa da Flórida", escreveu em um relatório oespecialista Jack Beven, do Centro Nacional de Furacões, umórgão norte-americano. "Por isso, um alerta para tempestades tropicais foi impostoneste momento para a área costeira dos condados de Miami-Dade eBroward." Um alerta do tipo significa que condições de tempestadetropical, com ventos sustentáveis de ao menos 63 quilômetrospor hora, podem verificar-se nas próximas 24 horas. Os ventos mais fortes do Noel atingiram a marca de 95quilômetros às 10h (horário de Brasília). E devem chegar a seupico de 119 quilômetros por hora sobre as Bahamas, no limite damarca que divide as tempestades dos furacões. O Noel deixou um rastro de enchentes e mortes na região doCaribe depois de ter causado chuvas torrenciais sobre aRepública Dominicana, o Haiti e Cuba. Ao menos 56 pessoas morreram na República Dominicana eoutras 27 eram dadas como desaparecidas. Além disso, pelo menos50 mil viram-se obrigadas a abandonar suas casas. Dezenas de comunidades ficaram isoladas devido aosdeslizamentos de terra. O presidente do país, Leonel Fernandez,declarou um estado de emergência. O Haiti, que divide a ilha Hispaniola com a RepúblicaDominicana, registrou ao menos 24 mortes. Na Jamaica, umapessoa morreu quando a casa dela desabou devido às forteschuvas. Em Cuba, milhares foram retirados de áreas de risco. Meteorologistas dos EUA prevêem que a 14a tempestadebatizada da temporada de furacões de 2007 no Atlânticodirija-se para as Bahamas na quinta-feira, afastando-se dasinstalações norte-americanas de petróleo e gás no golfo doMéxico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.