Fazendas no Pará são multadas em R$ 82 mi por desmatamento

Todas as fazendas ficam em cidades que fazem parte das 36 que mais desmatam na Amazônia Legal

da Redação, estadao.com.br

03 Junho 2008 | 14h40

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) multou 16 fazendas no sul do Pará no valor de R$ 82,8 milhões por desmatamento ilegal de 23 mil hectares de floresta durante a Operação Entorno. Todas as fazendas ficam em cidades que fazem parte das 36 que mais desmatam na Amazônia Legal (Cumaru do Norte, Santana do Araguaia e São Félix do Xingu). A maioria das multas são por desmatar a corte raso ou danificar a reserva legal, segundo o coordenador da operação, Paulo Sérgio Almeida.   Veja também: Desmatamento na Amazônia aumenta 8 vezes em um mês Desmatamento da Mata Atlântica caiu 69% até 2005 Desmatamento na Amazônia aumenta 8 vezes entre março e abril  Especial: Amazônia - Grandes reportagens    Foram apreendidas uma carreta, dois caminhões e 187 mancos (peças de madeira para sustentação usadas na construção civil) das espécies louro e rouxinho, que estavam sendo transportados irregularmente ou não tinham nota fiscal.   Agora o Ibama vai levar ao Ministério Público uma lista das fazendas irregulares para que sejam processadas.   Na Operação Entorno, uma equipe de 21 fiscais e policiais já vistoriou 40 propriedades com áreas acima de 400 hectares que aparecem desmatadas em imagens de satélite fornecidas pelos sistemas Monitoramento Ambiental da Amazônia por Satélite (PRODES) e Detecção em Tempo Real (DETER) do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe) e pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

Mais conteúdo sobre:
ibama desmatamento amazônia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.