Falta de transparência da China impede acordo climático--Hillary

A falta de um acordo com a China sobre a transparência nas emissões de gases-estufa pode ser um impeditivo para os Estados Unidos nas negociações globais sobre o clima, disse a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, nesta quinta-feira.

REUTERS

17 Dezembro 2009 | 09h35

"Seria difícil imaginar, falando pelos Estados Unidos, que poderia haver o comprometimento legal ou financeiro que eu acabei de anunciar na ausência de transparência do segundo maior emissor, que agora, eu acho, é o maior emissor", disse Hillary durante entrevista coletiva após anunciar que os EUA se juntarão a um financiamento de 100 bilhões de dólares por ano para a ajudar países pobres a combaterem as mudanças climáticas.

"Tem de haver uma disposição de avançar em direção à transparência em qualquer fórum que determinarmos que seja apropriado. Então se não há comprometimento em buscar transparência, isso é um tipo de impedimento para nós."

A China superou os Estados Unidos como maior emissor mundial de gases-estufa. O país rejeitou pedidos para permitir checagens internacionais das novas metas que anunciou.

(Reportagem de Gerrard Wynn)

Mais conteúdo sobre:
AMBIENTE CLIMA DEALBREAKER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.