Valter Campanato/ABr
Valter Campanato/ABr

Exposição 'A Terra Vista do Céu' fica em Brasília até novembro

Trabalho de Yann Arthus-Bertrand propõe reflexão sobre o desenvolvimento sustentável

O Estado de S.Paulo,

05 Outubro 2012 | 16h55

SÃO PAULO - Depois de passar pelo Rio de Janeiro é a vez de Brasília ver a mostra "A Terra Vista do Céu". A exposição, que já passou por 110 países, ficará na Praça do Museu da República até 4 de novembro.

A mostra é o resultado de vinte anos de trabalho do fotógrafo e ambientalista Yann Arthus-Bertrand. O francês fez imagens de locais inusitados nos cinco continentes e mostrou tanto belezas naturais quanto os resultados da degradação ao redor do mundo com o objetivo de fazer as pessoas refletirem sobre as mudanças verificadas no planeta nas últimas décadas.

A ideia do projeto surgiu a partir da Eco 92, Conferência das Nações Unidas realizada no Rio de Janeiro há 20 anos. "A conferência Eco 92 realmente mudou a minha vida. Percebi que a Terra se transformava diante dos meus olhos e, então, comecei o meu trabalho "A Terra vista do céu". É muito importante para mim voltar ao Brasil e apresentar essa exposição na capital do país, com o objetivo de sensibilizar tanto o cidadão como os dirigentes políticos para a questão do meio ambiente", disse Bertrand. As 130 fotos da exposição ficaram no Rio entre maio e junho como parte dos eventos paralelos da Rio+20.

Serviço

"A Terra Vista do Céu"

Data: até 4 de novembro

Horário: Visitas Guiadas - todos os dias, das 9h às 19h

Endereço: Praça da República (entre o Museu Nacional e a Biblioteca Nacional)

Exposição gratuita

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.