EUA vão limitar emissões de gases-estufa de usinas

Agência de Proteção Ambiental americana vai criar normas para usinas movidas a combustíveis fósseis e refinarias de petróleo, que detém cerca de 40% das emissões

O Estado de S. Paulo

24 Dezembro 2010 | 14h05

O governo do presidente Barack Obama nos Estados Unidos anunciou ontem que regulará as emissões de gases-estufa de usinas elétricas.

 

A Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês) informou que criará normas para as usinas movidas a combustíveis fósseis e refinarias de petróleo – que juntas emitem cerca de 40% das emissões de gases-estufa do país. Os novos padrões deverão ser colocados em prática em 2012.

 

“Estamos seguindo nosso compromisso de proceder de uma forma ponderada e criteriosa para reduzir a poluição pelos gases de efeito estufa que ameaçam a saúde e o bem-estar dos americanos e contribuem para as mudanças climáticas”, disse a chefe da EPA, Lisa Jackson, por meio de um comunicado. “Esses padrões vão ajudar as empresas americanas a atrair investimentos privados para ampliar o uso de energia limpa que farão as nossas empresas mais competitivas e criarão bons empregos aqui em casa”, afirmou ela.

 

Depois de o partido de Obama ser derrotado nas últimas eleições legislativas, o presidente decidiu abandonar o projeto de lei de mudanças climáticas no Congresso. Mas ele garantiu que continuaria, com ações do Executivo, tentando evitar o aquecimento global sem trazer prejuízos para a economia americana.

Mais conteúdo sobre:
Aquecimento global EUA Emissões Usinas CO2

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.