EUA vão ajudar Japão a detectar materiais radioativos

Iniciativa tem objetivo de melhorar medidas de prevenção antiterrorista e evitar a proliferação nuclear

Efe,

03 Julho 2008 | 18h32

O Japão anunciou nesta quinta-feira, 3, que realizará junto com os Estados Unidos um projeto piloto destinado a detectar materiais nucleares e radioativos no porto de Yokohama, no sudoeste de Tóquio. A iniciativa, liderada pelos EUA, tem o objetivo de melhorar as medidas de prevenção antiterrorista e evitar a proliferação nuclear, segundo informa um comunicado conjunto.   Os dois governos estabelecerão uma equipe no porto de Yokohama para detectar materiais radioativos nos navios e intercambiar dados sobre movimentos ilícitos a fim de evitar o contrabando com esse tipo de produtos. Os EUA e o Japão "compartilham uma preocupação comum pela necessidade de aumentar os esforços individuais e conjuntos para detectar, deter e evitar o tráfego ilícito de material nuclear e radioativo", afirma o comunicado.   Até agora, os EUA têm em andamento iniciativas similares com 27 países ou regiões do mundo, segundo a agência japonesa Kyodo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.