Reuters
Reuters

EUA enviam aviões para borrifar produtos químicos em mancha de óleo

Exército também utiliza bases para armazenar barreiras flutuantes e equipamentos de limpeza

Efe

30 Abril 2010 | 15h15

Os Estados Unidos enviaram dois aviões Hércules C-130 ao Golfo do México, que estão à espera de receber ordens para começar a borrifar substâncias químicas sobre a mancha de óleo que ameaça a costa do estado americano de Louisiana, informou nesta sexta-feira, 30, o Exército.

 

Veja também:

linkObama mantém exploração de óleo no mar, mas cobra novas tecnologias 

linkBP diz que arcará com todos os danos provocados pelo vazamento

linkConter vazamento de óleo pode levar 90 dias, afirma governo dos EUA

mais imagens Veja imagens do vazamento de petróleo nos EUA

especialPrincipais vazamentos de petróleo no mundo e nos Estados Unidos  

 

O sargento Bob Barko, porta-voz da Estação Aérea do Exército em Youngstown, no estado de Ohio, informou que os aviões especializados saíram da base nesta quinta-feira. O Pentágono afirmou que os aviões estão prontos para atuar caso seja necessário.

 

O Exército também enviou equipamentos para iniciar as tarefas de limpeza no mar. A Marinha americana informou na quinta-feira que parte do equipamento tinha começado a chegar à cidade de Gulfport, no Mississipi.

 

No total, foram instaladas 66 mil barreiras flutuantes, que vão arrastando e contendo a mancha de óleo, além de sete sistemas que colhem o petróleo e o retiram do mar.

 

O Exército também está utilizando a Base Aérea e Naval de Pensacola, na Flórida, para armazenar barreiras adicionais, tratores, equipamentos de bombeamento e outros materiais utilizados pela Guarda Costeira.

 

Foto de satélite mostra proximidade da mancha de óleo com a costa dos EUA (Foto:NASA)

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.